DGArtes - Agenda Online

Header Gestão Electrónica de Concursos

Acessibilidade


imprimir

"Urbscapes: Espaços de Hibridização" | Plataforma Revólver | Lisboa | 24 nov a 12 dez

Inaugura a 24 de novembro, pelas 22h00, nas instalações da Plataforma Revólver para a Arte Contemporânea (rua da Boavista 84) em Lisboa, a exposição de fotografia "Urbscapes - Espaços de Hibridização" com curadoria Alicia Ventura, promovida pela Plataforma Revólver em co-produção com a Universidad Politécnica de Valencia. Esta exposição mostrará a obra de diferentes artistas fotógrafos cujos trabalhos estão relacionados com a paisagem e a arquitetura partindo de uma visão linear do tempo, onde coexistem o natural e o edificado.? Bleda y Rosa, Gerardo Custance, Rafael Liaño, Anna Malagrida e Mathieu Pernot, Mireya Masó, Jose María Mellado, Eduardo Nave, Ángel Marcos, Jesús Rivera, Adrian Tyler e Jorge Yeregui são os artistas participantes. "Urbscapes - Espaços de Hibridização" está patente até 14 de janeiro e poderá ser vista das 14h00 às 19h00. A entrada é gratuita.

Sinopse:

A paisagem submete-se à arquitetura. O homem, como animal urbano, apropria-se da natureza, impondo-lhe formas, estruturas, movimento, som. Uma ponte, uma estrada, um edifício, um jardim, circuitos, chegando ao paradigma final que é a própria cidade.

A cultura muda, mudam os meios técnicos, as relações com as formas físicas do território adequando-se à necessidade e interesse dos homens em cada momento. Com efeito, por um lado, de estar no espaço "fisicamente construído" e das necessidades biológicas universais. Talvez isto seja o que precisamos reconhecer como condições básicas primárias para escutar a paisagem.

A chegada da fotografia e a sua utilização como linguagem artística e profissional serviu, entre outras muitas coisas, para alterar definitivamente a ideia de género da paisagem. Se na pintura clássica o género reflete tímida e escassamente a criação e evolução da cidade, a fotografia encargar-se-á de reclamar esse modelo de mudança, diferente. A cor, a ideia canónica de beleza ver-se-á assim alterada pela chegada de uma grande variedade de conceitos estéticos nos quais o ressurgir da arquitetura será um elemento chave. O branco e preto e os cinzentos, as luzes e as sombras, a ausência de pessoas, o protagonismo dos edifícios civis, a ideia de paisagem como linha de edifícios? Hoje em dia é a fotografia a que evolui e explora um género que já é uma ideia: a paisagem.

Urbscapes: Espaços de Hibridização, mostrará a obra de diferentes artistas fotógrafos cujos trabalhos estão relacionados com a paisagem e a arquitetura partindo de uma visão linear do tempo, onde coexistem o natural e o edificado. A exposição analisa as intenções e intervenções que se foram sucedendo na paisagem nas distintas escalas do território, sem esquecer as propostas líricas que saboreiam o aroma da paisagem com outros parâmetros.

Representações da destruição da paisagem e sua própria desnaturalização, a marca da transformação urbana dos bairros, uma cidade fantasma capaz de conservar uma última presença das vidas e das histórias, mesmo antes da sua definitiva desaparição. Lugares míticos que construíram a nossa história e que agora se apresentam como aprazíveis campos de cultivo ou desertos rochosos. Reflexões sobre o mutismo e a mutilação que parte da vulnerável relação vital entre o homem e o seu ambiente natural. Retratos da ausência de vida como um chamar de atenção e cuidado face ao ecossistema. Melancolia face à velocidade que caracteriza a sociedade atual. A colisão entre a paisagem urbana e a rural. A reconstrução do ambiente urbano e a Natureza como paisagem. A presença natural nas cidades. A divulgação do pensamento sustentável e da proliferação de discursos respeitosos com o meio ambiente. A dominação da natureza selvagem sobre o abandono e o devir histórico. É a presença visível da mudança.


Créditos da Imagem:
Jose María Mellado, Río y carretera en paralelo, Serie: El eterno retorno, Gliclée sobre papel baritado, 150 x 200cm, 2009


Mais informações:
R. da Boavista 84 | 1200 - 068 Lisboa
[T] 351 213 433 259 | 351 961 106 590
[E] plataformarevolver@gmail.com
[W] www.artecapital.net/plataforma.php


Local:
Plataforma Revólver, Lisboa

Data de início:
24 de Novembro de 2011

Data do fim:
14 de Janeiro de 2012

Ficha técnica:



Calendário

 Abril | Maio | Junho 

D S T Q Q S S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
    

Pesquisa


Login

Brevemente disponível

Newsletter

Brevemente disponível


Rodapé

© Direção-Geral das Artes, todos direitos reservados.

  • Logo Ministério da Cultura
  • Logo Instituto das Arates
  • Logo Programa Operacional da Cultura
  • Bandeira da União Europeia
  • Símbolo de conformidade nível AA das Directrizes de Acessibilidade Web
  • Símbolo de Acessibilidade à Web[D]