DGArtes - Agenda Online

Header Gestão Electrónica de Concursos

Acessibilidade


imprimir

Ar de Filmes apresenta "Bela Adormecida e Outras Histórias" até 30 de dezembro, em Lisboa

Esta peça, a partir de textos de Robert Walser, pode ser vista até 30 de dezembro no Teatro do Bairro, em Lisboa, de quarta a sábado às 21h00 e domingo às 17h00.

"Bela Adormecida e Outras Histórias" de António Pires, a partir de textos de Robert Walser
Ar de Filmes
até 30 de dezembro
quarta a sábado às 21h00 e domingo às 17h00
Teatro do Bairro
Lisboa

Uma coprodução com Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura

SINOPSE

Para a festa de batismo da Princesa são convidadas doze fadas como madrinhas e cada uma delas leva um dom para lhe oferecer de presente: a beleza, o talento musical, a inteligência, e outras bênçãos muito apreciadas. Uma das fadas, porém, leva uma vingança antiga contra o rei e lança um feitiço à pobre Princesa, condenando-a a picar o dedo num fuso, assim que atingir a idade adulta... e a morrer. Como ainda restava um presente, a 12ª fada consegue suavizar a maldição e transformar a morte num sono profundo de cem anos, que só um amor verdadeiro pode despertar. A história haverá de desenrolar-se, como se conhece, e chegar ao fim, como se eternizou. É precisamente nesse ponto, onde o conto termina, que começa este espetáculo, a partir da obra de Robert Walser, com encenação de António Pires.
Esta peça é construída ente o conto de fadas e a noite - a noite mal iluminada por pobres lampiões de esperança, a noite e Walser -, por onde vagueiam as mesmas personagens de sempre, mas agora, mais tristes, mais desencantadas, talvez mais humanas. São as lágrimas que choram que fazem avançar a narrativa, em soluços, como a melodia soluçada da poesia de walseriana.
O trabalho de criação desta Bela Adormecida é feito em torno da especificidade de uma voz e de um movimento desprovidos de técnica. Assim, para o espetáculo, procurou-se encontrar pessoas comuns, como que sem nada de especial; atores com pouca experiência em palco, desprovidos de técnica, quase selvagens, mas com a nobreza quase infantil da obra e da poética de Walser.

FICHA ARTÍSTICA E TÉCNICA

Encenação: António Pires
Cenografia e adereços: Vera Midões e Gonçalo Pires
Figurinos: Vera Midões
Apoio coreográfico: Paula Careto
Desenho de luz: Vasco Letria
Construção cenografia: Gonçalo Pires
Costureira: Lurdes Vaz
Cabelos: Scalp and Friends . Sandra Meleiro
Spot vídeo: Ana Lúcia Herdeiro
Elenco: Alexandra Sargento, Graciano Dias, Hugo Amaro, João Araújo, João Barbosa, Maria Galhardo, Mário Sousa,
Rafael Fonseca e Solange Santos
Direção de produção: Maria Galhardo
Coordenação de produção: Ana Bordalo
Produtor: Alexandre Oliveira
Produtora: Ar de Filmes / Teatro do Bairro

LOCAIS, DATAS E HORÁRIOS DE APRESENTAÇÃO

15 de novembro a 30 de dezembro
quarta a sábado às 21h00 e domingo às 17h00
Teatro do Bairro
Rua Luz Soriano, 63 1200-246 Lisboa
Telefone: 213 473 358 ou 913 211 263
E-mail: teatrodobairro.geral@sapo.pt
Website: www.teatrodobairro.org

BILHETEIRA

Horário: 1 hora antes do espetáculo
Preço: 12,50 euros (bilhete normal)
7,50 euros (bilhete com desconto para estudantes, profissionais das artes do espetáculo, menores de 25 anos e maiores de 65 anos)

CONTACTOS

Ar de Filmes
R. D. Pedro V, 60 - 1º Dto., 1250-094 Lisboa
Telefone: 213 420 810 ou 918 570 774
E-mail: ardefilmesgeral@sapo.pt
Website: www.ardefilmes.org




Local:
Lisboa

Data de início:
03 de Dezembro de 2012

Data do fim:
03 de Dezembro de 2012

Ficha técnica:



Calendário

 Abril | Maio | Junho 

D S T Q Q S S
      
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
     

Pesquisa


Login

Brevemente disponível

Newsletter

Brevemente disponível


Rodapé

© Direção-Geral das Artes, todos direitos reservados.

  • Logo Ministério da Cultura
  • Logo Instituto das Arates
  • Logo Programa Operacional da Cultura
  • Bandeira da União Europeia
  • Símbolo de conformidade nível AA das Directrizes de Acessibilidade Web
  • Símbolo de Acessibilidade à Web[D]