DGArtes - Agenda Online

Header Gestão Electrónica de Concursos

Acessibilidade


imprimir

«Memórias de Branca Dias» de Miguel Real | produção do Cendrev

Este monólogo, encenado por Filomena Oliveira e interpretado por Rosário Gonzaga, relata a história de Branca Dias "mulher universal, uma matriarca", "personagem sábia, que possui uma simbiose das culturas judaica, cristã, portuguesa e brasileira". Uma acção inicial, como pôr a mesa para a refeição de sábado, é interrompida pelas memórias que irão suceder-se como flashes, obedecendo não a uma lógica cronológica, mas sim a uma lógica emocional e afectiva.
Ao longo do espectáculo, Branca Dias transfigura-se, não só nas diferentes personagens com quem imaginariamente contracena, como se transfigura em si mesma.
Pensamentos, emoções e sensações remetem Branca Dias para o passado: a água que escorre pelo seu peito acorda-lhe a memória do corpo quando foi amada pela primeira vez e as roupas que arruma na arca despertam-lhe a memória da cama em que morreu o seu marido.

Local:
TEATRO GARCIA DE RESENDE - Évora

Data de início:
03 de Maio de 2008

Data do fim:
04 de Maio de 2008

Ficha técnica:



Calendário

 Abril | Maio | Junho 

D S T Q Q S S
      
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
     

Pesquisa


Login

Brevemente disponível

Newsletter

Brevemente disponível


Rodapé

© Direção-Geral das Artes, todos direitos reservados.

  • Logo Ministério da Cultura
  • Logo Instituto das Arates
  • Logo Programa Operacional da Cultura
  • Bandeira da União Europeia
  • Símbolo de conformidade nível AA das Directrizes de Acessibilidade Web
  • Símbolo de Acessibilidade à Web[D]