DGArtes - Agenda Online

Header Gestão Electrónica de Concursos

Acessibilidade


imprimir

Os Maias - Crónica Social Romântica - TEP

Enquanto prossegue a carreira de Felizmente Há Luar!, de Luís de Sttau Monteiro, no Auditório do Centro Cultural e Social de Olival, o Teatro Experimental do Porto repõe, a partir desta sexta-feira, dia 1 de Fevereiro pelas 15H00M e 21H45M, no Auditório Municipal de Gaia, Os Maias Crónica Social Romântica, adaptação e encenação de Norberto Barroca, a partir de episódios do romance de Eça de Queirós.

Dois espectáculos em dois teatros de Vila Nova de Gaia, em simultâneo, pela mesma companhia profissional.

Os Maias Crónica Social Romântica, em 5º ano consecutivo, por pressões do público, estará em cena até 15 de Março, às segundas-feiras, às 15H00M; às quartas e quintas-feiras, às 10H00M e às 15H00M às sextas-feiras, às 15H00M e às 21H45M; e aos sábados, às 21H45M, tendo apenas a carreira interrompida entre 4 e 6 e entre 20 e 23 de Fevereiro.

A partir do romance de Eça de Queirós, verdadeiro monumento da nossa Literatura, Norberto Barroca concebeu uma adaptação teatral por onde passam as figuras mais exemplares da obra queirosiana (Carlos e Afonso da Maia, João da Ega, Maria Eduarda, os Gouvarinho, Dâmaso Salcede, Tomás de Alencar, Joaquim Guimarães, Castro Gomes, Mélanie) e os principais episódios de Os Maias, um retrato do final do século XIX em Portugal. Espectáculo muito aplaudido pelo público, nos quatro anos anteriores, foi visto por 33.388 espectadores que assistiram às 143 representações já efectuadas, numa média de 233 por sessão, tendo o TEP recebido excursões organizadas oriundas de escolas de 87 concelhos de todo o País.

Os Maias Crónica Social Romântica, tem encenação e cenografia de Norberto Barroca, figurinos e co-autoria da cenografia de Mário Dias Garcia, desenho de luz e sonoplastia de Eduardo Brandão, sendo interpretado, em 2008, pelos actores Henrique Martins, José Cruz, Luís Trigo, Margarida Machado, Santiago Lagoá e Susana Sá.

Este espectáculo, tal como Felizmente Há Luar!, de Luís de Sttau Monteiro, (em oitavo ano consecutivo no Auditório do Centro Cultural e Social de Olival, de segunda a sexta-feira, em duas representações diárias, às 10H30M e 15H00M, até 7 de Março) insere-se numa aposta do TEP de apoio às necessidades curriculares do ensino, extensiva ao público em geral que tem acorrido mesmo nas sessões diurnas

O Director da Companhia

Júlio Gago

Local:
Auditório Municipal de Gaia

Data de início:
01 de Fevereiro de 2008

Data do fim:
15 de Março de 2008

Ficha técnica:



Calendário

 Abril | Maio | Junho 

D S T Q Q S S
      
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
     

Pesquisa


Login

Brevemente disponível

Newsletter

Brevemente disponível


Rodapé

© Direção-Geral das Artes, todos direitos reservados.

  • Logo Ministério da Cultura
  • Logo Instituto das Arates
  • Logo Programa Operacional da Cultura
  • Bandeira da União Europeia
  • Símbolo de conformidade nível AA das Directrizes de Acessibilidade Web
  • Símbolo de Acessibilidade à Web[D]