DGArtes - Agenda Online

Header Gestão Electrónica de Concursos

Acessibilidade


imprimir

Circolando repõe o espetáculo "Areia" nos dias 13 e 14 de setembro às 21h30 no Theatro Circo de Braga

O espetáculo é uma coprodução Circolando, Teatro Nacional São João e Centro Cultural de Belém, com direção artística de André Braga e Cláudia Figueiredo.

SINOPSE

No princípio era uma imagem - a imagem de uma imensa ampulheta que despeja areia sobre um homem. No princípio era também um desejo - o desejo de refletir sobre temas e motivos que associamos a esta matéria: o tempo, o silêncio, a seca, a fragilidade, a morte, a origem, o deserto. "Um dia, partiu em demanda do seu deserto", escreveu Jorge Luis Borges numa das suas parábolas circulares. Com Areia, respondemos a essa espécie de chamamento. Aprofundando todo o investimento criativo que vem realizando no cruzamento da dança, das artes plásticas e do teatro de objetos, Circolando - não por acaso, uma das estruturas que entre nós mais se têm afirmado internacionalmente - ruma agora ao seu deserto, e explora cenicamente o vidro e as esculturas em areia. Uma travessia empreendida a solo por André Braga, que partilha a direção artística com Cláudia Figueiredo e o palco com Tó Trips, o guitarrista da misteriosa cartola dos Dead Combo, para nos fazer descobrir o deserto como o lugar onde nos podemos perder - ou achar.
(Pedro Sobrado, in Caderno de Programação do Teatro Nacional São João)

Não é certamente por acaso que num tempo em que todos nos inquietamos com um Portugal a ruir, há uma matéria que nos inspira reflexões sobre o fim e o recomeço. Fim de uma era, fim de um ciclo e a travessia exigente pelos nossos desertos.

'Recomeço. Não tenho outro ofício.'
Areia na cabeça e o esvaziar da memória. Tudo é de novo possível.
A vontade de novas linguagens, novos caminhos.
'Como se a travessia do deserto tivesse que destruir tudo, queimar tudo na sua memória, fazer dele outro homem.'
Mar de areia. Mar de tempo. Silêncio. Suspensão. Vácuo. A paisagem mais antiga do mundo. Origem. Fim. Mistério. Criação. O silêncio é extremo. 'Estarei morto?'

FICHA ARTÍSTICA

Criação coletiva: Direção artística André Braga e Cláudia Figueiredo
Direção e conceção plástica: André Braga
Dramaturgia: Cláudia Figueiredo
Composição musical: Tó Trips
Vídeo: João Vladimiro
Realização plástica: Nuno Guedes, Nuno Brandão, Sandra Neves
Desenho de luz: Cristóvão Cunha
Desenho de som: Harald Kuhlmann
Interpretação: André Braga e Tó Trips

FICHA TÉCNICA

Produção: Ana Carvalhosa (direção) e Cláudia Santos
Coordenação técnica e operação de luz: Francisco Tavares Teles
Operação de som: André Pires
Palco e montagem: Nuno Brandão
Direção de cena: Cláudia Santos
Agradecimentos especiais: Madalena Victorino, Ainhoa Vidal e Yumi Fujitani
Coprodução: Circolando, Teatro Nacional São João e Centro Cultural de Belém

LOCAIS, DATAS E HORÁRIOS DE APRESENTAÇÃO

13 e 14 de setembro 2013 às 21h30
Theatro Circo de Braga

BILHETEIRA

Bilhetes: 7 euros

PÚBLICO

Maiores de 12 anos

Lotação limitada

Mais informações em: http://www.theatrocirco.com/bilheteira/horario.php

IMAGEM

Créditos: TUNA_TNSJ

VÍDEO

http://www.youtube.com/watch?v=m5t-YvJAlZI

CONTACTOS

Circolando
R. Santa Catarina, 1207, 4EF
4000-457 Porto
Telefone: 225 189 157
E-mail: geral@circolando.com
Website: http://www.circolando.com




Local:
Braga

Data de início:
13 de Setembro de 2013

Data do fim:
14 de Setembro de 2013

Ficha técnica:



Calendário

 Março | Abril | Maio 

D S T Q Q S S
    
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
 

Pesquisa


Login

Brevemente disponível

Newsletter

Brevemente disponível


Rodapé

© Direção-Geral das Artes, todos direitos reservados.

  • Logo Ministério da Cultura
  • Logo Instituto das Arates
  • Logo Programa Operacional da Cultura
  • Bandeira da União Europeia
  • Símbolo de conformidade nível AA das Directrizes de Acessibilidade Web
  • Símbolo de Acessibilidade à Web[D]