DGArtes - Agenda Online

Header Gestão Electrónica de Concursos

Accessibility


print

30º Fazer a Festa ? Festival Internacional de Teatro ? EVOCAÇÃO: 14 a 17 de Julho de 2011

PROGRAMA 30º Fazer a Festa ? Festival Internacional de Teatro ? EVOCAÇÃO: 14 a 17 de Julho de 2011 Dia 14 Junho ? Terça-feira 15h30: Do Palácio até ao Carmo ? Peregrinação em Duas Estações e uma Apoteose Intervenções Teatrais com a participação musical de ?Lousada a Arrufar?, grupo de jovens do Complexo Social de Lousada e do Grupo de Gaiteiros ?Míscaros? 1ª estação ? Porta do Palácio de Cristal ?Povo da Cidade? de José Leitão a partir de Osvaldo Dragún ?Quem quer ver o Fazer a Festa? de José Leitão a partir de Almeida Garrett ?Poemas à Solta? * 2ª estação ? Fachada do Museu Nacional Soares dos Reis ?Todo o Mundo é um Palco? de William Shakespeare ?Linda Inês? de Luís de Camões ?Poemas à Solta? * Apoteose ? Praça dos Leões / Carmo ?Lá Vem o Fazer a Festa? de José Leitão a partir de Almeida Garrett ?Barca Bela? de Almeida Garrett ?À Barca, À Barca!? de Gil Vicente ?Descalça vai para a Fonte? de Luís de Camões e Rodrigues Lobo ?Poema da Auto Estrada? de António Gedeão ?Canção do Soldado no Cerco do Porto? de Urbano Tavares Rodrigues ?O General? de José Gomes Ferreira ?O Anjo da Guarda? de Roberto Merino ?Poemas à Solta? * * Textos e Poemas de: Albano Martins, Álvaro de Campos, Ana Luísa Amaral, António Nobre, Bénédicte Houart, Carlos Tê, Daniel Faria, Daniel Filipe, Egito Gonçalves, Eugénio de Andrade, Florbela Espanca, Francisco Duarte Mangas, José Agostinho Baptista, José Mário Branco, José Viale Moutinho, Luís Veiga Leitão, Manuel António Pina, Manuel Jorge Marmelo, Papiniano Carlos, Pedro Homem de Mello, Regina Guimarães, Sérgio Godinho, Sophia de Mello Breyner, Valter Hugo Mãe, entre outros. Dia 15 Junho ? Quarta-feira 15h30: Homenagem à Invicta ? Entrega do Arlequim d?Ouro à Cidade do Porto Câmara Municipal do Porto ? Praça General Humberto Delgado Anexo: acta deliberativa do Teatro Art? Imagem, enviada ao senhor Presidente da Câmara Municipal do Porto a 25 de Maio. 18h30: As Cidades Invisíveis: A Cultura e a Cidade Colóquio com a participação de João Teixeira Lopes (Sociólogo) e Mário Nuno Neves (Vereador do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Maia). Tzero.com.palco (Espaço Art?Imagem) ? Rua da Picaria, 89. 21h30: Espectáculo de Teatro de apoio à Evocação ?Damião das Chaves? ? TEatroensaio (Porto) Este é um espectáculo onde se experimenta olhar de uma outra forma para um espaço do centro da cidade, um espaço centro, um espaço onde nos farão uma visita guiada ao centro, uma visita levada por um anfitrião de mapas imaginários. Todas as noites, Damião das Chaves deixa-se habitar por todos os fantasmas que já passaram por este centro comercial e as suas lojas, um espaço público de visitantes e privado de vivências. Todas as noites o actor Pedro Estorninho deixar-se-á habitar por todas estas histórias, improvisando o texto. Para todos os curiosos que conseguirem imaginar o espaço, recriar a cidade e habitar o quotidiano em que nos encontramos, em que nos fazemos mais pessoas, quase sem dar por isso. Texto para Ivo Luz: Ordep Serip; Concepção: Pedro Estorninho; Interpretação: Ivo Luz e Pedro Estorninho; Guarda-Roupa: Inês Leite Centro Comercial Cedofeita - Rua de Cedofeita, n.º451 Anexo: foto do espectáculo Dia 16 Junho ? Quinta-feira 15h30: O Morgado de Fafe no Bonfim ? Memória dos dez primeiros anos Intervenção Teatral ?O Morgado de Fafe no Bonfim? de Jorge Palinhos a partir de Camilo Castelo Branco. ?Cá me vejo hoje, de novo no Porto e no Bonfim, 120 anos depois de o ter deixado. Deixado... pela menos a parte de cima. Que vos digo desde já, ainda é a parte mais bela, mais... mais airosa. E sendo para mais que o Porto do meu tempo não era coisa que se esquecesse. Ah, o Porto daquela época era muito para dar saudades a quem o trocava, não direi só pelas penumbrosas galerias do além mas também pelos ruidosos esplendores da capital? Junta de Freguesia do Bonfim - Campo 24 de Agosto 21h30: Noites Brancas dos Jardins Proibidos ? Tributo Musical ao Fazer a Festa Musica e canções Recordação dos café-concerto no Palácio de Cristal Com: Alfredo Teixeira, Amílcar Mendes, António Pedro, Bilan, Blandino e Sara Luz, Carlos Adolfo, Carlos Andrade, Eduardo Faria, Eduardo Rodriguez (Tántán), Isabel Leal, Manuel Salselas, Miguel Ângelo, Rui Paulino David, Tilike Coelho, Tó Maia, Quiné entre outros Galerias de Paris ? Rua das Galerias de Paris nº 56 Dia 17 Junho ? sexta-feira 10h30 e 14h30: Espectáculo de Teatro de apoio à Evocação ?Os Trogloditas? ? Tanxarina Títeres (Galiza) A actuação começa no exterior da caverna onde três personagens caracterizadas e vestidas de trogloditas comunicam entre si e com o público por sinais e sons, preparando os preliminares do espectáculo e colocando e ordenando o público diante da porta da caverna. No seu interior, realizam ritos de invocação para iniciar a representação. Dois lançadores de menires, um levantador de pedras ou um faquir que atravessa o seu corpo com um pau, farão a delícia do público assistente, divertindo grandes e pequenos, misturando tudo com a intervenção teatral dos três personagens condutores da representação. Conheceremos, através do humor e das marionetas, o modo de vida dos homens e mulheres das cavernas. Actores - Manipuladores: Miguel Borines, Eduardo Rodríguez e Andrés Giráldez. Dramaturgia: Evaristo Calvo e Tanxarina Títeres; Encenação: Evaristo Calvo; Cenografia: Pablo ?O Pastor? Tenda na Praça Carlos Alberto Anexo: foto do espectáculo 21h30: Romagem dos Agravados ? Préstito dos Descontentes e Desvalidos com Missa do Burro, Pagelas e Jaculatórias Intervenções Teatrais Prólogo - Largo Mompilher ?Auto dos Banqueiros? excertos de textos de Frédéric Lordon e tradução de Agostinho Santos Silva Homenagem dos banqueiros às medidas tomadas por Sua Excelência o senhor Presidente durante a crise financeira ... Primeiro Banqueiro Permiti que vos prestemos a nossa grata homenagem.... à vossa acção, decidida, incomparável, Que conseguiu afastar tudo o que é inominável... ... Quarto Banqueiro: Regular é contrariar toda a ordem natural, Que nos traz sabedoria, sempre providencial.... ... Sexto Banqueiro: ...Nós só pensamos no bem dos nossos concidadãos... ... Sétimo Banqueiro: Alteza, vós sabeis que amamos a boa gente E que. Pela democracia, nossa luta é permanente... ... O Presidente: Aqui digo, meus senhores, que só a virtude tem sentido E que o capital é bom, quando por ela é movido. A sua ordem espontânea, e tão perfeita também, É mesmo a própria moral que nos chega do Além... ... Coro de todos os Banqueiros Apoiado, apoiado ! Obrigado, Presidente ! É tudo a bem da Nação ! Procissão ? Ruas José Falcão, Galeria de Paris e Cândido dos Reis ?Reza das Benzedeirdas ? texto de Pedro Eiras ?Procissão de velas? leituras de Jaculatórias várias, Louvações, Pagelas, Cânticos, Rezas, Gritos, Choros e Queixinhas, com textos de José Leitão a partir da tradição popular-religiosa. Missa do Burro ? Praça Filipa de Lencastre ?Missa do Burro ? texto de Jorge Palinhos a partir de Gil Vicente; Dario Fo, António Ribeiro Chiado e textos da Eucaristia Católica. A Festa do Burro (em Latim: Festum Asinorum ou Asinaria Festa, em Francês: Fête de l'Âne) era uma celebração cristã medieval, muito popular entre os séculos XI e XV, que decorria a 14 de Janeiro, em que se festejava a fuga da Sagrada Família para o Egipto e, por isso, o humilde meio de transporte que carregara os sagrados traseiros que fugiam do Massacre dos Inocentes ordenado por Herodes. Durante a festa, uma jovem com um bebé era carregada num burro até ao altar, onde se realizava uma missa em que a congregação respondia ao sacerdote com zurros. Na missa era então lido um sermão, em forma de diálogo dramatizado entre vários profetas, onde se defendia a divindade de Cristo. Nós reconhecemos o teatro neste sermão. Reconhecemos no burro o símbolo de Dionísio, deus patrono do teatro, que alguns tanto procuram escorraçar desta cidade, tal como Herodes escorraçou a Sagrada Família. Por isso, para celebrar o 30.º aniversário do Fazer a Festa, quisémos recuperar esta celebração, tão cristã quanto pagã, tão popular quanto erudita, não para ser a missa fúnebre de um dos festivais de teatro mais antigos do país, mas como momento de esperança e alegria de que se possa continuar a Fazer a Festa, por mais incómoda, heclética e herética que ela possa ser. Ficha Artística EVOCAÇÃO Fazer a Festa ? Festival Internacional de Teatro - 30ª Edição Coordenação geral: José Leitão Participação dos Actores: Adelaide Teixeira, Adriano Martins, António Pedro, António Reis, Daniela Pêgo, Eduardo Faria, Fernando Moreira, Flávio Hamilton, João Sá, Jorge Freitas, José Caldas, José Carlos Tinoco, Luciano Amarelo, Mário Moutinho, Micaela Barbosa, Miguel Rosas, Nuno Correia Pinto, Pedro Carvalho, Paulinho Oliveira, Renata Portas, Roberto Merino, Rui Paulino David, Tó Maia, Valdemar Santos, entre outros Colaboração Teatral de Astro Fingido; Chão de Oliva; Cine-Teatro Constantino Nery/CMM; Cortina de Ferro; O Fantocheiro; FITEI; Quinta Parede; Tanxarina Títeres; Teatroensaio; Terra na Boca; Varazim Teatro, entre outros. Participação de cerca de 50 Figurantes Teatro Art' Imagem Rua da Picaria, 89, 4050-478 Porto T. 22 208 40 14 - F. 22 208 40 21 Quinta da Caverneira - Águas Santas, Maia E. teatroartimagem@hotmail.com W. www.teatroartimagem.org |facebook

Local:
Vários locais

Data de início:
14 de Junho de 2011

Data do fim:
17 de Junho de 2011

Ficha técnica:



Calendar

 March | April | May 

S M T W T F S
    
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
 

Search


Login

Brevemente disponível

Newsletter

Brevemente disponível


Footer

© Direção-Geral das Artes, all rights reserved.

  • Logo Ministério da Cultura
  • Logo Instituto das Arates
  • Logo Programa Operacional da Cultura
  • Bandeira da União Europeia
  • Símbolo de conformidade nível AA das Directrizes de Acessibilidade Web
  • Web Accessibility icon[D]