DGArtes - Agenda Online

Header Gestão Electrónica de Concursos

Accessibility


print

CAVATERRA | CIRCOLANDO - Criação em co-produção com o Teatro Viriato e o Teatro Aveirense

Espectáculo transdisciplinar, �Cavaterra� conta, sem palavras, histórias das profundezas da terra.

Longe das abordagens realistas e politizadas do universo das minas, �Cavaterra� faz o elogio poético de matérias, cores e sensações. A terra, a pedra, o carvão. O preto, o castanho e o ocre. A noite e a luz. A solidão, a exaustão e a deformação de um corpo de trabalho. �Cavaterra� inventa o sonho de homens-toupeira. Traz a beleza e o espanto ao mundo do medo, do cansaço e da exploração.

Ficha Artística

Criação Colectiva | Direcção Artística: André Braga e Cláudia Figueiredo | Interpretação: Alberto Carvalhal, André Braga, João Vladimiro e Patrick Murys

Direcção: André Braga | Dramaturgia: Cláudia Figueiredo | Vídeo: João Vladimiro com extractos de �São Pedro da Cova� (Rui Simões) e de �Lousal nos anos 50� (Mateus Júnior) | Concepção e Construção de Marionetas: João Calixto e Duarte Costa Desenho de Luz: Anatol Waschke e Cristóvão Cunha | Sonoplastia: Pedro Feitais

Coordenação Técnica: Cristóvão Cunha | Direcção de Cena: Ana Carvalhosa | Maquinaria: António Quaresma | Luz: Cristóvão Cunha | Som: Pedro Feitais | Palco e Montagem: Duarte Costa e Hugo Almeida | Construção da Cenografia e Objectos de Cena: Circolando e Tudo Faço/Américo Castanheira

Direcção de Produção: Ana Carvalhosa | Design Gráfico: João Vladimiro | Fotografias: Edward Stacchini, Pedro David e Sara Nogueira

Criação em co-produção com o Teatro Viriato e o Teatro Aveirense

CIRCOLANDO

Desenvolvendo a sua actividade desde 1999, Circolando vem afirmando a singularidade do seu projecto artístico com a criação e difusão dos espectáculos �Caixa Insólita�, �Giroflé�, �Charanga�, �Cavaterra� e �Quarto Interior�. Espectáculos que propõem um teatro visual e interdisciplinar que cruza o teatro físico, a dança, o teatro de objectos, o circo, a música e o vídeo.

Um teatro dançado que habita as paisagens do sonho. Um teatro próximo da poesia que traz histórias libertas de toda a lógica narrativa. Histórias que, mais do que contadas, querem-se livremente inventadas por um espectador contemplativo. Histórias que não pretendem oferecer um sentido, mas despertar todos os sentidos... com imagens, músicas, cheiros, emoções... Um teatro que resulta da pesquisa, da experimentação e do �work in progress�, submetendo continuamente os projectos a novos questionamentos. As estreias, em vez de constituírem o tradicional encerramento do processo criativo, indicam sempre o seu relançamento.

Novembro 2008

10 - Albertville, Le Dôme Théâtre

13 e 14 � Reims. Le Manège de Reims. Scène Nationale

18 e 19 � Douai, L�Hippodrome. Scène Nationale

Janeiro 2009

24 e 25 � Portugal, Tempo. Teatro Municipal de Portimão

Fevereiro 2009

11 e 12 � Espanha, Valencia, Festival Veo

Local:
Coimbra, XI Semana Cultural da Universidade de Coimbra, Teatro Académico Gil Vicente

Data de início:
06 de Março de 2009

Data do fim:
06 de Março de 2009

Ficha técnica:



Calendar

 March | April | May 

S M T W T F S
    
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
 

Search


Login

Brevemente disponível

Newsletter

Brevemente disponível


Footer

© Direção-Geral das Artes, all rights reserved.

  • Logo Ministério da Cultura
  • Logo Instituto das Arates
  • Logo Programa Operacional da Cultura
  • Bandeira da União Europeia
  • Símbolo de conformidade nível AA das Directrizes de Acessibilidade Web
  • Web Accessibility icon[D]