DGArtes - Agenda Online

Header Gestão Electrónica de Concursos

Acessibilidade


imprimir

A Cacatua Verde de Arthur Schnitzler | Teatro da Cornucópia

É um espectáculo para todos os públicos a partir de uma pequena obra-prima do repertório dramático mundial. O autor chama-lhe um "grotesco em um acto". Parece um conto moral aparentemente simples. E no entanto levanta tantas questões com pertinência para a nossa época e referências históricas fundamentais, que facilmente se pode tornar em ponto de cruzamento de muitas temáticas e trampolim para muitos campos pedagógicos. No fundo, através de um hábil artifício dramatúrgico que retoma a ideia do aprendiz de feiticeiro, lugar comum da cultura ocidental que reproduz o erro de Adão, o Homem querer saber tanto como Deus, ter o seu poder, e por isso ser castigado, o autor representa a Humanidade como uma estranha taberna que é uma espécie de pequeno teatro de marionetas vivas dirigidas por um taberneiro-encenador numa situação que o ultrapassa, quando o Mundo tenta deixar de ser estático, quando numa situação revolucionária a marcha da História se cruza com o Teatro. Teatro e Revolução, é o eixo temático da peça.
Mas esta interpretação simbólica que já anuncia o teatro expressionista, no seu primeiro nível de leitura é uma história simples que envolve outra temática cara à filosofia, à psicologia e ao teatro: a distância que vai ou não do ser ao parecer. E as marionetas de Schnitzler são verdadeiras personagens com comportamentos humanos típicos e facilmente expostos pela peça com a lucidez crítica de um analista.(...)

| FICHA TÉCNICA E ARTÍSTICA

Tradução Frederico Lourenço
Encenação Luis Miguel Cintra
Cenário e figurinos Cristina Reis
Desenho de luz Daniel Worm d?Assumpção
Colaboração para a dramaturgia e encenação Christine Laurent
Assistente de encenação Manuel Romano
Assistentes para o cenário e figurinos Linda Gomes Teixeira e Luís Miguel Santos
Director de cena Pedro Leite (Teatro Nacional D. Maria II)
Ponto João Coelho (Teatro Nacional D. Maria II)
Acompanhamento vocal Luís Madureira
Director técnico Jorge Esteves
Construção e montagem de cenário João Paulo Araújo, Abel Fernando com Tomás Caldeira
Montagem e Operação de luz Rui Seabra
Guarda-roupa Emília Lima e Maria do Sameiro Vilela
Costureiras Maria do Sameiro Vilela com Teresa Balbi
Assistente de produção Tânia Trigueiros
Secretária da companhia Amália Barriga
Interpretação:
Émile, duque de Cadignan João Grosso (Teatro Nacional D. Maria II)
François, visconde de Nogeant Duarte Guimarães
Albin, cavaleiro de la Tremouille Vítor D'Andrade
Marquês de Lansac José Manuel Mendes
Rollin, poeta Dinis Gomes
Prospère, taberneiro, antigo director de teatro Luis Miguel Cintra
Henri Ricardo Aibéo
Baltasar/Guillaume Tiago Matias
Jules João Villas-Boas (estagiário)
Scaevola Gonçalo Amorim
Maurice Miguel Melo
Grasset, filósofo António Fonseca
Grain, vagabundo Miguel Loureiro
O Comissário Luís Lima Barreto
Séverine, a mulher do Marquês Rita Blanco Georgette Sofia Marques
Michette Catarina Lacerda
Flipotte Cleia Almeida
Léocadie, actriz, mulher de Henri Rita Loureiro
Lebret, alfaiate Miguel Melo
Étienne Tiago Manaia (estagiário)
Dois jovens nobres Tobias Monteiro (estagiário mestrado ESTC) e Nuno Casanovas (estagiário)
Três mulheres populares Alice Medeiros (estagiária), Neusa Dias (estagiária mestrado ESTC) e Joana Verona (estagiária ESTC)
Fotografia Luis Santos

Música: Le Temps des Cerises (Bertrand Cantat e Noir Désir)

| MAIS INFORMAÇÃO |

http://teatro-cornucopia.pt/htmls/conteudos/EkAylEZuEueWyufGFb.shtml


Teatro da Cornucópia - Estrutura Financiada pelo Ministério da Cultura/Direcção-Geral das Artes

Local:
Sala Garrett do Teatro Nacional D. Maria II

Data de início:
17 de Fevereiro de 2011

Data do fim:
27 de Março de 2011

Ficha técnica:



Calendário

 Dezembro | Janeiro | Fevereiro 

D S T Q Q S S
      
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
     

Pesquisa


Login

Brevemente disponível

Newsletter

Brevemente disponível


Rodapé

© Direção-Geral das Artes, todos direitos reservados.

  • Logo Ministério da Cultura
  • Logo Instituto das Arates
  • Logo Programa Operacional da Cultura
  • Bandeira da União Europeia
  • Símbolo de conformidade nível AA das Directrizes de Acessibilidade Web
  • Símbolo de Acessibilidade à Web[D]